Sete homens e um adolescente foram detidos, na noite de domingo, com sete armas em duas operações da Polícia Militar em Fazenda Rio Grande e no Tatuquara.

Denúncias anônimas à PM informaram que cinco homens saíram de Araucária e seguiram para a Fazenda Rio Grande para encontrar um comparsa. Equipes do 17.º Batalhão da Polícia Militar foram ao local indicado e prenderam Cristiano Rafael Ribeiro, 19 anos, morador em Fazenda, e Thiago Cândido da Luz, o “Tiaguinho”, 20, o irmão dele Valter da Luz, 32, Jeferson Domingos dos Santos, 36, e Maclinn dos Santos, 18, todos moradores de Araucária. Um adolescente, de 16 anos, foi apreendido e liberado.

O tenente Batista contou que uma equipe do serviço reservado se deparou com o sexteto dentro de um Gol vermelho, na Rua César Careli, bairro Pioneiro. Os PMs suspeitaram e chamaram apoio da Rotam, do 17.º BPM, para fazer a abordagem.

Com quatro dos detidos foram apreendidos dois revólveres calibre 38, um deles com numeração lixada, um revólver 357 e três pistolas. Jeferson era o único que não estava armado e por foi autuado por induzir menor ao crime, já que seria o responsável por estar com o adolescente. Os outros responderão por porte ilegal de arma.

Homicídio

De acordo com as denúncias, os cinco seguiriam para o Tatuquara, em Curitiba, para encontrar mais dois comparsas. A polícia cruzou as informações e equipes do 13.º BPM detiveram Édipo William da Silva, 21, e Ivan Michell Zanqueta, 20. Eles estavam em uma residência no Tatuquara, com uma pistola calibre 765 e 120 gramas de maconha.

Segundo a polícia, a intenção do grupo era matar um rapaz que teria assassinado um amigo de Cristiano e, agora, o estaria ameaçando de morte. Todos os detidos possuem antecedentes por furto, roubo, receptação e tráfico de drogas.

Dos primeiros presos, cinco foram encaminhados à delegacia de Fazenda Rio Grande. Já os detidos no Tatuquara, foram enviados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac/Sul).