Um homem procurado há vários meses, denunciado por comercializar ecstasy, cocaína e LSD em festas rave, foi preso na quarta-feira quando saía de casa, na Rua Joaquim Cardozo da Silveira, Boqueirão.

As denúncias foram feitas em algumas festas em que foi montada a estrutura de atendimento da Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (DEMAFE). Rodrigo Amora, 32 anos, mantinha em casa dois pacotes com, no total, 203 comprimidos de ecstasy, escondidos em uma pochete abaixo da pia do banheiro. Com ele também foi apreendida uma cartela com quatro pontos de LSD e cinco pacotes de cocaína, que somaram 24 gramas.

Ele foi encaminhado ao 7º Distrito Policial. De acordo com o delegado Fábio Lopes Pereira, Amora era apontado como o principal distribuidor de drogas em casas noturnas e festas rave em Curitiba. “O material apreendido, inclusive, poderia estar guardado para venda na próxima festa de música eletrônica que acontecerá em março”, lembra o delegado.

Cada comprimido era vendido por até R$ 50, e os pontos de LSD, nas festas mais caras, chegavam a ser comercializados por R$ 100.