A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) de Curitiba está à procura de três homens, que seriam integrantes de uma quadrilha especializada em furto e roubo de equipamentos de informática. Eles também estariam envolvidos no assalto ao posto de combustível Porto Rico, no centro da capital, em que uma mulher grávida foi baleada, em maio deste ano. O delegado titular da DFR, Rubens Recalcatti, divulgou, nesta segunda-feira (25), a foto dos suspeitos, identificados como Márcio Leandro Resende, 23 anos, Sidimar Tiago Oliveira, 26, e Luiz Carlos Candido, 31.

De acordo com a polícia, Resende e Oliveira também são suspeitos de participar da tentativa de roubo a uma multinacional, em Curitiba, no começo deste mês. ?O roubo ao posto de combustíveis foi algo, provavelmente, ocasional, já que temos fortes indícios de que eles seriam especializados no roubo de equipamentos de informática?, comentou o delegado que, por segurança das investigações, não divulgará outros detalhes sobre o caso.

O cofre roubado do posto Porto Rico também reforça as suspeitas do delegado. No dia 13 de junho, a polícia encontrou o cofre em um poço desativado no terreno que seria de Resende e Oliveira, na Vila Fani, em Curitiba. ?O cofre já foi reconhecido pela proprietária?, disse Recalcatti.

Com a divulgação das fotos e espera que a população possa ajudar a encontrar os suspeitos. Informações devem ser dadas diretamente à delegacia, pelo telefone (41) 3262-2800.

Crime

O crime aconteceu em 14 de maio, no Posto de Combustível Porto Rico. Dois dias depois, Thiago dos Santos Florão, 18 anos, foi preso em flagrante, com uma pistola 9 milímetros e reconhecido como um dos participantes do roubo. Florão tem várias passagens pela polícia do Rio Grande do Sul, por furtar e roubar. Em 24 de maio, policiais da Delegacia de Furtos e Roubos prenderam Wagner Marques de Miranda, 27, e Renato Bueno de Oliveira, 23, suspeitos de participar do crime. Ambos eram foragidos do Sistema Penitenciário.