A três dias do início dos Jogos Pan-Americanos, que acontecem a partir da próxima sexta-feira, no Rio de Janeiro, 26 policiais militares do Paraná que fazem parte da Força Nacional de Segurança Pública e se candidataram voluntariamente para fazer a segurança dos jogos devem embarcar no último minuto. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) informou que hoje é o último prazo para que o governo do Estado envie autorização para que os policiais participem. No entanto, a licença deve ser assinada somente hoje pelo governador Roberto Requião (PMDB). Todos os estados brasileiros estão enviando PMs para a segurança do pan.

A Força Nacional de Segurança Pública é uma tropa de elite do governo federal, treinada pelo Ministério da Justiça. O Paraná tem pouco mais de cem policias integrantes. Eles são convocados para resolver situações nacionais de emergência. No caso do pan, o governo federal pediu que eles se candidatassem voluntariamente a participar. Quinze policias paranaenses já estão no Rio. Os outros 26 já deveriam ter embarcado. A Senasp informou, por meio da assessoria de imprensa, que já adiou a data da passagem dos policiais duas vezes pela demora da autorização e que se a anuência não chegar hoje, não há mais como mandá-los.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública, também por meio da assessoria de imprensa, afirmou que a autorização já está pronta e será enviada hoje para o governador assinar.

Caso estes policiais embarquem, eles poderão ficar no Rio após o pan para participar de um projeto nacional de segurança pública que será lançado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no próximo dia 13. Informações extra-oficiais dão conta que este plano prevê a revitalização de várias capitais brasileiras. No Rio, atingiria principalmente as favelas, que seriam urbanizadas. Para isso, também será preciso autorização do governo do Estado.