O policial Eloir Kosteczka, 34 anos, morreu durante um assalto, no final da tarde de ontem. O crime foi dentro de uma distribuidora de doces da Rua Presidente Dutra, na Vila Nossa Senhora da Luz, Cidade Industrial. O motorista Cláudio Brites, 37, funcionário do estabelecimento, foi baleado na perna.

Segundo apuraram policiais militares, o crime ocorreu por volta das 18h. Enquanto alguns funcionários iam embora, o sargento, que é amigo dos donos da distribuidora e estava de folga, estacionou o seu Celta em frente ao prédio para comprar alguns doces para suas filhas.

Atrás dele entraram dois marginais anunciando um roubo. Acredita-se que Kosteczka tenha se assustado e feito algum movimento brusco, o que levou os marginais a atirar.

Tiros

O primeiro disparo foi dado em direção ao motorista. Ferido na perna, ele foi levado pouco depois pelo Siate ao Hospital do Trabalhador. O sargento levou um tiro na boca e morreu na hora.

Acredita-se que, mesmo armado, ele não teve tempo de reagir, pois sua pistola foi encontrada travada, caída próximo ao corpo. Os assaltantes desistiram do roubo e fugiram a pé. Ninguém além do funcionário baleado conseguiu ver mais características dos assaltantes.

O sargento Kosteczka, como era conhecido na corporação, estava lotado na 1.ª Companhia do 12.º Batalhão da Polícia Militar. Era casado e tinha duas filhas. A distribuidora de doces, contou um funcionário, está instalada naquele barracão há quase três anos. Este é o segundo assalto que ocorre na empresa.