Investigadores da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC), chefiados pelo delegado Alcimar de Almeida Garrett, prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (20), Rodrigo José Santi Botton, 19 anos, e Willian Christian Gomes de Ramos, 23 anos, ambos membros de uma quadrilha de ladrões de cargas.

Segundo o delegado adjunto da DEDC, Vinícius Borges Martins, na noite da última segunda-feira (17), foi roubado um furgão Iveco Daily, carregado com aproximadamente 2 mil revistas.

“As investigações desse crime apontavam para uma quadrilha especializada em roubo de cigarros, existindo suspeitas de que o veículo seria posteriormente utilizado para realizar roubos deste tipo de carga”, contou o delegado.

As suspeitas derivadas da investigação se confirmaram. Os investigadores realizaram operação e localizaram o veículo roubado quando estava prestes a realizar um assalto a uma van carregada com cigarros da Souza Cruz, no bairro Uberaba, em Curitiba.

“Botton estava dirigindo a van roubada na segunda-feira quando foi abordado pelos investigadores. O veículo já estava com as placas clonadas, e tinha em seu interior um aparelho bloqueador de sinal, que visava impedir que o localizador existente na van da Souza Cruz transmitisse sinal para a empresa de segurança”, contou Martins, destacando que parte da carga de revistas ainda estava no interior do veículo.

Após a prisão de Botton, foram realizadas novas diligências, que culminaram com a localização do restante da carga de revistas roubadas e a prisão de Ramos, numa casa no Campo Comprido, em Curitiba.

Botton não possuía antecedentes criminais. Ramos, ao contrário, tem extensa ficha criminal, já tendo sido condenado por roubo, e estava cumprindo pena em regime aberto. Os dois foram autuados em flagrante por receptação e adulteração de sinal de veículo automotor, cujas penas somadas podem chegar a 10 anos.

Martins explicou que os dois não foram presos em flagrante por roubo, pois nesta quinta-feira ainda estavam em atos preparatórios. “Mas estão sendo realizadas investigações para determinar a participação de ambos em diversos roubos de cargas ocorridos nos últimos meses”, afirmou o delegado. Qualquer informação que possa ajudar nas investigações de ladrões de cargas pode ser repassada para a DEDC pelo telefone (41) 3261-6600.