Jamerson Mariano Toterol, de 32 anos, foi preso na tarde de sexta-feira (15) em São José dos Pinhais, suspeito de ter abusado sexualmente de uma senhora portadora de esquizofrenia.

Segundo informações dos policiais da Delegacia da Mulher de São José dos Pinhais, ele teria arrastado a vítima para um matagal próximo à BR-277, onde teria abusado dela, a beijando e tocado em suas regiões íntimas, mas sem consumar o ato sexual em si.

No entanto, de acordo com a lei, por agir assim sem o consentimento da mulher, ele será pode ser indiciado por estrupo, neste caso, com o agravante da vítima ser alguém vulnerável.

Ao ser preso, Jamerson que já tem diversas passagens pela polícia por tentativas de estupro e por estupros consumados, e que confirmou ser usuário de crack, maconha e clorofórmio, negou os fatos. “Eu estava saindo com ela, convidei para tomar um refrigerante. Não forcei nada” alegou. Mas segundo os investigadores, ele já uma figura conhecida na região, já tendo sido detido anteriormente na mesma delegacia.

Nesta sexta-feira a vítima só foi salva, porque populares teriam visto a ação do suspeito e avisado a Guarda Municipal, que efetuou a prisão.  E graças aos guardas municipais de São José dos Pinhais, ele não foi agredido pelas pessoas que testemunharam o crime.

E apesar de declarar que acredita que será solto em breve, Jamerson deve ficar preso por um tempo, até que saia uma decisão da justiça, já que seu caso, segundo a polícia, não dá direito à fiança.