Um homem, que se apresentava como funcionário do Grupo Sílvio Santos, foi preso na manhã de ontem, em Campo Largo, depois de lesar diversas famílias com o golpe da Tele Sena. Emerson Daniel Calegari, de 33 anos, é suspeito de visitar residências e dizer aos moradores que tinham sido sorteados e que por Tele Sena, que vale R$ 2,57, entregue a ele, ganhariam R$ 30,00. O dinheiro nunca era entregue e, com isso, o golpista ficava com os títulos de capitalização, que depois trocava por dinheiro nos postos autorizados. Emerson (foto) é suspeito de ter agido em diversos municípios da região metropolitana, foi autuado por falsidade ideológica e responderá inquérito policial por estelionato.