Um assessor da vereadora Professora Ana Maria (PT), de Ponta Grossa, que desapareceu na tarde de ontem (01), logo após tomar posse, foi preso na manhã desta quarta-feira (02), juntamente com uma mulher ainda não identificada.

Ambos chegaram à delegacia algemados e prestaram depoimento durante toda a manhã. O Grupo Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial), da Polícia Civil, assumiu a investigação do caso.

Segundo o delegado Cartaxo, a investigação segue em sigilo. “É uma técnica operacional utilizada para preservar a integridade de vítima e não prejudicar as investigações”, completou o delegado.