Dois usuários de droga com antecedentes criminais por furto foram presos, na tarde desta terça-feira (27). O primeiro arrombou uma imobiliária no Jardim das Américas e caiu do telhado segurando um monitor de 17 polegadas. O outro foi flagrado tentando invadir uma residência no Jardim Botânico. Os dois foram encaminhados ao 6.º Distrito Policial.

Robson Ferreira Batista, 30 anos, escalou o telhado e entrou pelo alçapão da imobiliária situada na Avenida Coronel Francisco H. dos Santos. Depois de pegar o monitor, ele fugiu pelo mesmo caminho, mas acabou caindo do telhado e se machucando com o próprio aparelho furtado.

O alarme da imobiliária foi acionado e rapidamente seguranças de uma empresa privada foram até o local. A partir da descrição do marginal, que estava todo vestido de preto e carregava o monitor, o segurança Flávio Thives conseguiu capturar o ladrão, a cerca de quatro quadras da imobiliária e em frente a um shopping. De acordo com o soldado Mazeppa, do 20.º Batalhão da Polícia Militar, que entregou o suspeito na delegacia, Robson mentiu o nome ao ser preso. “Ele disse que se chamava Danilo. O nome foi checado e não dava cadastro”, contou o policial. Robson vai responder mais uma vez por furto qualificado.

Tentativa

Outro indivíduo que usava nome falso como tática para ludibriar a polícia é Clemilso Galvão de Sousa, 27, flagrado tentando arrombar uma residência no Jardim Botânico. O superintendente Carlos Amaral, do 6.º DP, conta que os policiais faziam diligências no bairro quando se depararam com o alarme disparado e o homem forçando o portão da casa.

Na delegacia, os policiais confirmaram que Clemilso era foragido da Colônia Penal Agrícola (CPA) desde março do ano passado, e tem passagens por furto em 2003. Os policiais ainda levantaram junto ao Instituto de Identificação que o rapaz usou a identidade de seu irmão já falecido, Cristiano Galvão de Souza, quando foi preso em 2005 e 2007 por roubo e porte ilegal de arma. “Inclusive o mandado de prisão da fuga saiu em nome do irmão dele”, destacou Amaral.

Clemilso é morador de rua, usuário de droga e não soube informar a causa da morte do irmão. “Estamos tentando entrar em contato com a família para esclarecer o caso”, disse o policial. Clemilson foi autuado em flagrante por tentativa de furto.