Alex Sandro Soares dos Santos, 34 anos, e um adolescente foram detidos pela polícia de Pinhais, suspeitos de ter matado o operador de máquinas Cléverton Barboza da Cruz, 24, no Jardim Atuba, no fim de janeiro.

A vítima pilotava uma motocicleta, quando foi fechada por um veículo escuro. Os ocupantes do carro desceram e fuzilaram Cléverton com pelo menos 17 tiros. O jovem conseguiu pedir socorro por telefone, mas morreu em seguida no Hospital Cajuru. De acordo com a polícia, enquanto era atendido, Cléverton deu o nome dos assassinos.

Na delegacia, os suspeitos negaram a participação no crime. Alex Sandro foi preso em sua residência, no Boa Vista. O garoto, de 17 anos, foi apreendido na Rua Milton Anselmo da Silva, em Pinhais.