Foi parar na delegacia um homem de 53 anos que tornou a espera pelo ônibus na Praça Rui Barbosa ainda mais desagradável para pelo menos seis mulheres. Segundo as vítimas relataram à polícia, ele as assediava com palavras de baixo calão e ainda fazia ameaças, fingindo ter algum tipo de arma.

Segundo o delegado Rubens Recalcatti, o homem chamava as mulheres de “gostosa” (e outros adjetivos mais chulos), passava a mão, dizia que iria praticar sexo com elas e que iria furá-las caso não aceitassem. Até ontem, seis vítimas procuraram a delegacia para registrar denúncia contra ele, que é casado e tem filhos. “Aparentemente ele não atacou ninguém, só com palavras”, afirma o delegado.

O homem assinou um termo circunstanciado e vai responder pelo crime de perturbação em liberdade.