Adilson Rodrigues de Souza, 23 anos, e dois garotos, de 15 e 17 anos, foram presos por policiais militares após tomarem três veículos em assalto. Com eles também foram apreendidos três telefones celulares. Um dos marginais conseguiu escapar, mas já foi identificado pela polícia.

Às 5h de sábado, um casal estava se despedindo dentro de um Fiat Tipo, estacionado no Parque Bacacheri, quando dois indivíduos armados de revólveres fizeram abordagem. Mediante ameaça, eles ordenaram que o casal desembarcasse e tomaram a direção do veículo, a bolsa da moça e os documentos do rapaz. Em seguida, deixaram o local. “Ela ia me deixar no ponto de ônibus e depois ia embora. Acho que ficamos cinco minutos no carro”, contou a vítima, que prefere não ser identificada. Após o roubo, o casal foi caminhando até a Rua Erasto Gaertner, onde encontrou uma viatura do Regimento da Polícia Montada (RPMont), ocupada pelos soldados Roberto e Ivan.

Buscas

Após o relato do casal, os policiais efetuaram buscas na região e com ajuda de colegas cercaram a área. Próximo ao trevo do Atuba, eles localizaram um Gol branco, ocupado por dois sujeitos e resolveram fazer a abordagem. Adilson dirigia o carro e o menor – de 15 anos – estava ao lado. O veículo pertencia ao condutor, mas os policiais estranharam o fato de a dupla estar nervosa e dentro do carro ter três celulares. “Quando peguei os telefones, a moça gritou que um deles era dela. Realmente era verdade, havia uma fotografia sua colada no aparelho”, contou o soldado Roberto. Presos, os dois relataram que não haviam praticado o roubo. “Foi o menor de 17 anos e outro maior”, contou o garoto de 15 anos. Na seqüência a polícia capturou o adolescente.

O soldado Roberto informou que os trabalhos continuam no sentido de localizar o outro envolvido. “Mais duas vítimas que tiveram carros roubados foram localizadas”, salientou o policial. Os menores foram levados à Delegacia do Adolescente e Adilson ao 5.º Distrito Policial (Bacacheri).