Celas superlotadas
incentivam tentativas de fuga.

O esgoto foi a rota de fuga de cinco presos do 11.º Distrito Policial, na Cidade Industrial de Curitiba. Eles arrancaram o vaso sanitário e percorreram a tubulação (aproximadamente 5 metros) até alcançar o pátio da delegacia, às 8h30 de ontem. Depois foi só pular o muro e ganhar as ruas. Dois deles foram recapturados em seguida. Os dois cães de guarda da delegacia foram envenenados pelos detentos.

A cela danificada abrigava 11 presos. Cinco deles passaram pelos canos do esgoto e se arrastando chegaram ao canil, nos fundos do distrito. Os dois cães que auxiliam a guarda do xadrez demoraram a fazer barulho. Mais tarde, os policiais ficaram sabendo que os cães (raça rotweiller e fila) foram envenenados. “Inclusive a fila morreu no início da tarde”, relatou o superintendente.

Recapturados

Luís Fernando Lacerda, preso por roubo e Michel Andrews Carneiro, preso por furto, foram recapturados quando andavam pela Vila Sabará (CIC). De acordo com dados do 11.º DP, os detidos que ainda continuam foragidos são: Emerson Gomes Nogueira (receptação), Sérgio de Araújo (furto) e Tiago Homero de Freitas (furto). Após a fuga, a carceragem do distrito policial ainda comporta 113 presos sendo a capacidade estimada para 44.