"Os 493 detentos do Casa de Custódia estão fazendo greve de fome desde quarta-feira, quando um detento morreu dentro do xadrez".

A denúncia foi feita por parentes dos presos que alegam que eles são vítimas de maus-tratos. "Os presos são torturados pelos agentes. O chefe de segurança é um carrasco", alega a mãe de um preso, explicando que não pode se identificar, pois teme que seu filho seja punido devido a suas declarações. A mulher de outro preso contou que seu marido está passando frio dentro do sistema. A Secretaria de Justiça desmente as denúncias.