Policiais do Setor de Investigação do 7.° Distrito Policial (Vila Hauer) prenderam, na manhã de quinta-feira (15), três suspeitos de tráfico de drogas no Alto Boqueirão, em Curitiba. Com Gilnei Recalcatti Machado, 18, Elias da Silva, 25, e seu irmão Edílson da Silva, 30, foram detidos com 46 buchas de cocaína, além de 23 pedras de crack.

De acordo com o delegado Clóvis Galvão Gomes, a investigação começou com a prisão de Amarontes de Andrade Nica, 32, no dia 7, quando a polícia recebeu informações anônimas sobre o ponto de venda de drogas que estaria sendo comandado por Edílson Silva. “Antes de ser preso, era Nica quem comandava o ponto, agora liderado por Silva”, explicou o delegado.

A equipe de investigação observou movimentação no local e flagrou um usuário comprando droga. “Depois de se afastar da casa, na Rua Leópolis, Alto Boqueirão, a polícia abordou esta pessoa, invadiu a residência e flagrou os três acusados vendendo a droga”, explicou Gomes.

No local foram apreendidas 44 buchas pequenas de cocaína e outras duas maiores, pesando cada uma 10 gramas, 23 pedras de crack, três espadas, além de outros objetos que eram trocados pela droga. Ainda segundo Gomes, o grupo se identificava aos usuários como “Grupo Samurai do Boqueirão”. “As espadas eram utilizadas como demonstração de força para inibir outras pessoas que pudessem tomar o ponto de venda do trio”, disse o delegado. O trio foi autuado por tráfico de drogas e permanece detido.