Policiais da Divisão Estadual de Narcóticos desmantelaram duas quadrilhas “familiares”, que seriam responsáveis por comandar o tráfico de drogas na região sul. A Operação Rota do Sul prendeu de dez suspeitos.

De acordo com o delegado Cassiano Aufiero, as investigações começaram há seis meses com informações de denúncias ao telefone 181 -Narcodenúncia. A partir disso foram expedidos nove mandados de prisão e onze de busca e apreensão.

Os primeiros mandados foram cumpridos, domingo, no Pinheirinho. Foram presos Elias Machado, 42 anos; sua esposa, Ana Lúcia Kechovicz, 40; e o irmão de Elias, Claiton Machado, 24. Também foram detidos Osnei Machado, 30, também irmão de Elias; e a esposa dele, Elaine de Oliveira Ferreira, 20.

Com eles, a polícia encontrou três revólveres calibre 38, maconha, uma pistola ponto 40 da Polícia Rodoviária Estadual, dois coletes balísticos, alvo para prática de tiro e cerca de R$ 1 mil em trocados. “Todos moram no Tatuquara, mas traziam drogas para vender no Pinheirinho, onde onde eles foram encontrados”, disse o delegado Aufiero.

Elias também estava com mandado de prisão expedido, acusado de cometer um homicídio no ano passado. A polícia não descarta a hipótese de eles serem os responsáveis por outras mortes. Todos foram indiciados por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

CIC

Na manhã de ontem, outro bando, responsável pelo tráfico de entorpecentes na Vila Nossa Senhora da Luz, CIC, foi detido. Todos são membros da mesma família.

Foram presos Rodrigo dos Santos Gonçalves, 23; o irmão dele, Rafael dos Santos Gonçalves, 22; o primo deles, Felipe Ernani Cesak, 19, e a mãe de Felipe, Rosângela Oliveira dos Santos, 42. Eles seriam os responsáveis pelos assassinatos de Ricardo Pereira dos Santos e Jeferson Machado Nunes, cometidos em março e abril.

Segundo o delegado, os dois foram mortos, porque disputavam pontos de tráfico com Rodrigo. Ele teria contratado um adolescente de 15 anos para cometer os assassinatos, cujo pagamento foi feito com drogas.

Eles foram indiciados por tráfico de drogas, associação ao tráfico, corrupção de menores, receptação, formação de quadrilha, e homicídio. Durante a ação os policiais também prenderam em flagrante Ismaylon Gabriel de Miranda, 20.