A polícia está tentando identificar os autores de um seqüestro-relâmpago ocorrido em 14 de junho deste ano, situação que deixou baleado e, em estado grave, André Luciano Bastos. Ele estava deixando a namorada em casa, no bairro Pinheirinho, quando dois indivíduos o abordaram em seu Corsa, dando voz de assalto. O casal foi obrigado a ir para o banco traseiro do veículo. Entretanto, no momento em que André saiu do carro para obedecer, foi alvejado com um tiro na cabeça. Os marginais fugiram sem levar nada.

O retrato falado de um dos assaltantes foi confeccionado e divulgado pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Ele é descrito como moreno escuro, magro, aproximadamente 20 anos e 1,70m de altura, cabelos e olhos castanhos. Quem tiver informações sobre a identidade ou paradeiro do suspeito deve entrar em contato com a delegacia pelo telefone 262-2800.

Apesar da gravidade do acontecimento, a vítima já retornou ao trabalho, mas ainda está com o projétil alojado na cabeça. Seu processo de recuperação durou quase 60 dias.