O professor londrinense de química Marcos Faria, 47 anos, desaparecido desde o dia 4 desse mês, foi encontrado morto, na manhã de ontem, em uma chácara em São Domingos, na região de Tibagi.

De acordo com o delegado João Gustavo, da delegacia de Tibagi, o corpo foi encontrado por um caseiro aparentemente enforcado em uma árvore. A suspeita é que o professor tenha cometido suicídio.

Segundo Gustavo, ao lado do corpo existiam duas malas com R$ 832. Faria tinha desaparecido no dia 4 após sacar R$ 1 mil num banco em Londrina. “Além desse valor, constatamos que o celular, um computador portátil e o carro dele estavam intactos, o que aponta o suicídio”, revela.

A partir de agora, o Instituto de Criminalística e o Instituto Médico Legal (IML) farão os exames necessários para esclarecer o que realmente aconteceu com o professor. O corpo foi encaminhado para o IML de Ponta Grossa, nos Campos Gerais.