O corpo da psicóloga Telma Fontoura está sendo velado na Capela Vaticano Esmeralda, no bairro São Francisco, em Curitiba desde a manhã desta terça-feira.

A professora foi encontrada morta segunda-feira (12), enterrada na areia do balneário de Sangri-lá. Ela tinha saído para caminhar na tarde de domingo (11), mas não voltou.

Às 16 horas, em cerimônia apenas para os familiares, o corpo de Telma Fontoura será cremado, em Campina Grande do Sul.

O delegado responsável pelo caso afirmou que exames preliminares apontaram que a psicóloga não sofreu abusos sexuais, mas o laudo ficará pronto em 30 dias.