Marginais aterrorizaram a zona rural de Itaperuçu, na tarde de ontem, fazendo um arrastão a pequenos comércios e chácaras. O bando roubou carros, trocou tiros com a polícia e conseguiu fugir pelo matagal da Estrada do Canelão. Até a noite de ontem, nenhum dos bandidos havia sido encontrado.

Por volta das 16h, os criminosos chegaram à região do Ribeirinha, a 50 quilômetros do centro do município, em no Gol placa CXO-4436. Eles assaltaram chácaras, casas e comércios.

De uma das propriedades levaram R$ 40 mil, que iriam ser usados para comprar uma carga de feijão. De outra roubaram um Gol e de um comércio, uma caminhonete S10. Segundo as vítimas, os marginais fugiram nos três carros. Há quem diga que o grupo era formado por 12 homens.

Perseguição

Políciais da delegacia de Rio Branco do Sul, também responsáveis por Itaperuçu, pediram apoio ao Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). Os investigadores da delegacia especializada seguiram até a região do Ribeirinha e os policiais Leodir, Assis e Senival, de Rio Branco do Sul, seguiram pela Estrada do Canelão. Ali eles se depararam com o Gol usado nos assalto e começaram a perseguição.

Os cinco bandidos que estavam no carro começaram a atirar. Eles estavam armados com uma espingarda calibre 12 milímetros e revólveres. Durante a troca de tiros a viatura e o Gol bateram. Os cinco marginais abandonaram o carro e fugiram para o matagal. Um deles foi ferido.

A viatura da polícia também foi atingida, mas nenhum policial se machucou. O quinteto fugiu deixando para trás a espingarda e uma balança roubada. A caminhonete S10 foi encontrada abandonada, mas o Gol roubado não foi localizado.