A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) recebeu duas queixas de três cachorros da raça yorkshire levados por ladrões. A polícia investiga se os dois crimes foram coincidência ou se há uma quadrilha especializada em cachorros desta raça.

Por volta das 16h15 de segunda-feira, um idoso, de 78 anos, passeava com o cão, na Rua Algacyr Munhoz Mader, na Cidade Industrial, quando foi abordado pelo assaltante, que queria levar o animal. Segundo a filha da vítima relatou pelo Facebook, o idoso, que recém colocou ponte de safena, tentou segurar o cão de todas as formas e levou um chute no peito. O bandido roubou Lucky, que era companheiro do idoso.

Janela

De acordo com o delegado Rodrigo Souza, da DFR, conforme queixa registrada nesta semana, uma advogada teve a janela de sua residência arrombada, no fim de agosto, e os seus dois cães levados, a fêmea Bibi e o macho Schnaps. Ela disse em entrevista a um canal de televisão que o furto foi cometido por alguém que conhecia bem a rotina da casa e do condomínio. Havia vários objetos de valor, mas apenas os cachorros foram levados. Ela fez apelo para que devolvam os cães, pois além do apego sentimental, um dos animais é doente desde 2006 e precisa de atenção especial.

Filhotes desta raça podem ser encontrados na internet por preços entre R$ 800 e R$ 1.500. Um suspeito para o caso da advogada já é investigado e deverá ser intimado a prestar depoimento na DFR.