Durante fiscalizações em estacionamentos particulares, investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) conseguiram prender, na última sexta-feira, uma quadrilha responsável pela receptação de veículos tomados em assalto. Paulo Marcelo Nunes, 18 anos; Antônio Carlos de Jesus, 33; Fernando José Biolchi, Israel Alves dos Santos, 38, e Valdir Antônio Ramos, 25, foram presos em flagrante quando tentavam pegar dois veículos em um estacionamento, na região central de Curitiba. Todos foram autuados por formação de quadrilha e receptação. O grupo foi apresentado à imprensa na tarde de ontem.

O delegado Hamilton da Paz, titular da especializada, informou que, a partir de uma denúncia anônima, policiais se deslocaram até um estacionamento na Rua Conselheiro Laurindo, centro. Após vistoriarem alguns carros descobriram que o Fiat Fiorino placa CDW-0058, estacionado no local, havia sido furtado um dia antes, às 19h15 de 27 de maio, na Rua Brasílio Itiberê, Rebouças. Outro veículo guardado no estacionamento, o Apollo placa ACE-6303, havia sido roubado por dois homens às 15h do mesmo dia, na Rua Rockfeller, também Rebouças. Nessa ocasião, os marginais renderam um casal com duas crianças.

Prisão

Constatada a origem dos carros, os policiais ficaram aguardando quem iria buscar os veículos no estacionamento. Paulo, Antônio e Fernando foram presos assim que pediram aos funcionários do estabelecimento para que retirassem os referidos veículos. Os detidos levaram os policiais até um bar nas proximidades onde Israel e Valdir os estavam aguardando.

Hamilton da Paz informou que, com exceção de Paulo, todos os demais detidos contam com antecedentes criminais. “O grupo tinha a intenção de desmanchar os veículos e comercializar as peças”, contou o delegado. Ele explicou que as investigações continuam com a intenção de apurar se algum dos presos participou do furto e roubo dos veículos.

Investigadores da DFRV estão permanentemente realizando verificações em estacionamentos particulares, de shoppings, supermercados e outros estabelecimentos maiores, com o intuito de localizar carros abandonados por marginais.