Uma quadrilha que agia há sete anos praticando assaltos a comércios e residências em Curitiba e região metropolitana foi desmantelada pela polícia. O suspeito de ser líder do bando, Alexsandro Henrique da Silva, o “Japa”, 26 anos, e um comparsa, ainda não identificado, morreram em confronto com policiais militares durante roubo a uma residência no centro de Colombo, no início do mês. Tiago Fábio de Oliveira, 18, e Elizandro Pavin da Luz, 25, se entregaram à polícia. Outro integrante da quadrilha, que conseguiu fugir dessa troca de tiros, foi preso quando tentava vender um carro roubado, enquanto tentava vender, no Alto Maracanã, em Colombo, um carro roubado no Alto da XV, em Curitiba. Com Ederson Flavio da Silva, 31, os policiais encontraram uma arma de fogo roubada durante um assalto a uma propriedade em Bocaiúuva do Sul.

Em 2009, ele foi preso depois entrar em confronto com a polícia e balear um policial na saída de uma festa rave, também em Colombo. “Com a apreensão da arma, fizemos um link e identificamos osdemais membros da quadrilha”, disse o delegado Rodrigo Souza. Segundo ele, os detidos têm várias passagens. Tiago e Elizandro estavam com mandado de prisão em aberto.

Violência

A quadrilha, que desde 2006 praticava crimes em toda a grande Curitiba, era conhecida pela forma violenta de agir. Eles costumavam assaltar casas de alto padrão, que, em sua maioria, eram de propriedade de empresários. Tiago e “Japa” eram considerados os mais agressivos. “Eles davam coronhadas nas vítimas e desmuniciavam as armas na frente delas”, comentou o delegado. Os presos já foram reconhecidos por pelo menos dez vítimas de Colombo, Bocaiuva do Sul, e Curitiba. A polícia acredita que com a divulgação de suas imagens novas vítimas devam aparecer devem aparecer. Quem reconhecer algum dos suspeitos como autor de crime deve telefonar para a DFR, no número 3218-6100.