Por meio de denúncias feitas pelo telefone 161, a PM conseguiu desbaratar uma quadrilha de Foz do Iguaçu, que trocava drogas ilícitas por carros e motos roubadas em Curitiba. Nessa operação foram apreendidos 203,8 quilos de maconha e 913 bolinhas de haxixe.

A quadrilha foi descoberta após a confirmação da denúncia em Cascavel. O caso passou a ser investigado por policiais militares do serviço reservado do 14.º Batalhão da PM, de Foz do Iguaçu, de onde era proveniente a droga. Quando foi detido o primeiro suspeito, os policiais ficaram sabendo da troca de mercadoria em Curitiba. Policiais da capital foram acionados e o esquema criminoso foi confirmado.

A carga foi encontrada no interior de uma transportadora, onde também estava uma moto CG 125, roubada em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. No veículo utilizado pelos traficantes, a droga estava escondida em caixas acústicas seladas, que seriam enviadas para Curitiba e depois retiradas numa transportadora da capital. A PM não informou o nome da transportadora, porque o caso ainda está sob investigação. “Às vezes, as transportadoras levam drogas sem saber”, disse o major Costa.

Os policiais fizeram um serviço de campana e detiveram Valnei de Lima, de 29 anos, Anderson Gomes da Silva, 26, e o menor G.B.L., 17, acusados de ter ido apanhar a moto furtada. Na seqüência do trabalho, em Foz do Iguaçu, os policiais localizaram um Passat, placa BRD-8155, com vários tabletes de maconha escondidos em fundo falso. A motorista do veículo, Clarice Terezinha Farias de Moraes, 38, também foi detida para averiguações. Ela teria ido buscar a droga no Paraguai. Os suspeitos de envolvimento com a quadrilha foram levados à Polícia Federal, responsável pela denúncia de formação de quadrilha, receptação e tráfico de entorpecentes.