Ricardo, Cleverson e Juceli
foram autuados em flagrante.

Uma checagem rotineira permitiu à Polícia Militar prender quatro pessoas acusadas de roubar um carro, ontem de madrugada. O Kadett prata, interceptado na Rua Eduardo Pinto da Rocha, Sítio Cercado, estava regular, mas dentro dele havia uma arma e quatro rodas de um Golf, tomado em assalto minutos antes e depenado.

Os soldados Gomes e Vinícius, do 13.º Batalhão da PM, suspeitaram do Kadett e o pararam às 2h50 de ontem. Questionaram a origem das rodas e do revólver calibre 38 aos ocupantes Ricardo Antônio da Silva, 19 anos; Cleverson Portes, 18; um adolescente, de 14, e Juceli das Chagas, 28, dono do veículo. “Logo confessaram que eram peças de um carro roubado”, contou Gomes.

Num terreno baldio da mesma rua, a dois quilômetros do local da abordagem, os PMs encontraram o Golf verde ANA-2422, sem a maioria das peças. O carro fora tomado em assalto em frente a uma danceteria, na Rua Guabirotuba, Rebouças. “Os presos contaram que o roubo aconteceu meia hora antes. Trabalharam rápido para depenar”, comentou Vinícius.

Motor

As demais peças do Golf, como painel, teto, som, portas, pára-choque e outros, estavam na casa de Juceli, na Rua Nova Cantu, Sítio Cercado. Só o motor foi poupado, pois os acusados temiam que a plaqueta de identificação os denunciasse mais tarde. Segundo os policiais, o proprietário do Golf reconheceu os detidos como autores do assalto.

Nenhum dos acusados tinha passagem pela polícia, mas, de acordo com os soldados, Cléverson e o menor são suspeitos de outros furtos e roubos de automóveis. Os maiores de idade foram autuados em flagrante na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, e o menor, apreendido na Delegacia do Adolescente.