A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) – que trabalha junto a outras unidades da polícia para a identificação e prisão do grupo de arrombadores de carros que agem no Largo da Ordem, em Curitiba – informou que três pessoas (dois homens e uma mulher) já foram identificados, mas esses nomes ainda não podem ser divulgados. Eles aparecem na filmagem de uma emissora de televisão quebrando vidros e arrebentando portas de veículos para furtar aparelhos de som. Nessa mesma situação, dois policiais militares do 12.º Batalhão (soldados Altenes Pinheiro, 37, e Adriano Fronza, 34) foram surpreendidos pelas câmeras de TV furtando o som de um carro.

De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, da DFR, foi instaurado inquérito policial para apurar os crimes cometidos no Largo da Ordem e que rondas são realizadas na região para obter mais informações sobre os envolvidos na prática dos crimes. Os pais da jovem envolvida nos furtos teriam sido ouvidos na manhã de quarta-feira. Ressalta-se que o furto de aparelhos de som dos veículos, em muitos casos, acontece para que o produto seja utilizado como moeda de troca para a obtenção de droga.