A solidariedade de Efferson
resultou em cadeia.

Foragido da cadeia de Pontal do Paraná, desde 7 de agosto do ano passado, Efferson Ramos, 23 anos, foi ontem à tarde no 3.º Distrito Policial (Mercês), visitar seu irmão, Anderson Ramos, que está preso por furto. Ele acabou sendo descoberto por policiais da delegacia e também ficou na cadeia. “Agora a visita vai ser longa. Eles vão ter muito o que conversar”, ironizou o superintendente Carlos Alberto do Amaral, do 3.º DP. Efferson também usava os nomes de Everson Ramos e Everton Ramos, tendo mandado de prisão com os dois últimos nomes.

O superintendente informou que ontem era dia de visita e Efferson foi até o distrito para ver o irmão. Ele estava acompanhado da cunhada e mais dois parentes. Como só é permitida a entrada de três pessoas por preso no solário, Efferson acabou desistindo e permaneceu do lado de fora.

Vigilância

Enquanto aguardava os outros parentes, ele ficou andando de um lado para outro nas proximidades da delegacia. “Principalmente em dia de visita, costumamos vigiar o lado de fora para evitar fugas e arrebatamentos”, explicou Amaral. O fato de Efferson estar impaciente, fez com os policiais desconfiassem de sua atitude e o chamassem para conversar. “O Efferson esteve preso aqui em 2002. A fisionomia dele não era estranha, mas são muitos detentos que passam por aqui”, salientou Amaral.

Ao entrar para conversar, Efferson disse que não tinha documentos, mas forneceu o nome verdadeiro. “Checamos e descobrimos que com o nome de Efferson não tinha mandado, mas também constava os outros nomes usados por ele: Everson e Everton”, enfatizou Amaral. “Como Everton ele tem mandado de prisão por roubo e pela fuga. E como Everson tem condenação por furto. Além disso tem mais passagens pelos mesmos crimes”, informou. Amaral disse crer que Efferson pode estar envolvido em outros crimes. “Cara de pau como é, não duvido nada”, completou.