Briga em boteco poderia
ter motivado o crime.

Parte do gramado do Parque Tingüi, Pilarzinho, ficou manchada pelo sangue de um morador da região, na tarde de ontem. Luiz Dornelles Stag, 23 anos, foi assassinado a tiros e o motivo e a autoria da execução ainda estão sendo investigados pelos policiais da Delegacia de Homicídios.

O crime aconteceu por volta das 18h10, quando os moradores da Rua Salvador de Mauro ouviram dois disparos. Luiz foi morto com um tiro nas costas.

De acordo com o guarda municipal Brosin, que atendeu a ocorrência junto com os policiais do 12.º Batalhão, os familiares da vítima estiveram no local do crime, mas negaram-se a falar sobre o fato. Alguns boatos davam conta que Luiz havia freqüentado um bar no mesmo bairro e lá se envolvido em uma confusão com um indivíduo conhecido como “Claudinho”, que seria o autor dos disparos. Segundo um morador da região, a vítima vinha cometendo pequenos delitos, chegando a ser uma vez baleado. Luiz tinha o apelido de “Nigéria” e morava próximo do parque.