Foto: Walter Alves

Daniel foi atingido por, pelo menos, seis tiros em um descampado, de madrugada.

Morto com pelo menos seis tiros, Daniel de Souza, 17 anos, foi encontrado em um local descampado, no final da Rua Marcos Bertoldi, no Campo de Santana. Seu corpo foi visto por pessoas das Moradias Rio Bonito, por volta das 9h30, porém ninguém da região reconheceu a vítima.

Assim como dizia a frase tatuada no braço do jovem: ?Só Deus sabe a minha hora?, populares e curiosos não souberam afirmar quando o crime foi cometido, apenas relataram que ouviram barulho de tiros à noite. Pelo que a perícia constatou, analisando o estado de rigidez do corpo, a vítima provavelmente foi baleada no início da madrugada.

Quatro cápsulas e um projétil encontrados na cena do crime indicam que os tiros, que acertaram a vítima em diversas regiões do corpo, foram disparados de uma pistola 380. Sem documento que o identificasse, o jovem portava apenas cartões telefônicos e R$ 6,50 em dinheiro e moedas. Daniel só foi identificado, por familiares, no final da tarde no Instituto Médico-Legal. A Delegacia de Homicídios está responsável pelas investigações.