Diogo Souza Santos, de 26 anos, foi morto dentro de uma mercearia na tarde deste sábado (21), na Rua Harry Delmonte Janz, bairro Mossunguê, em Curitiba. Ele tinha acabado de sair da cadeia, usava tornozeleira eletrônica e, para a polícia, o crime pode ter sido acerto de contas.

Os assassinos, segundo a Polícia Militar (PM), estavam em uma Montana. O rapaz estava sentado na mercearia bebendo quando os atiradores chegaram. Sem dizer nada, abriram fogo contra Diogo, que morreu antes mesmo da chegada dos socorristas do Siate.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local e descobriu que o rapaz havia deixado a prisão na tarde da última sexta-feira (20). Ele seria monitorado pela tornozeleira, mas os assassinos descobriram que Douglas estava em liberdade e foram atrás.

Para a DHPP, o crime pode ter ligação com o tráfico de drogas. Informações que possam ajudar nas investigações podem ser passadas para o disque-denúncia da DHPP, através do 0800-643-1121.