Ao reagir à voz de prisão, Iverson Aparecido Ribeiro, mais conhecido como ?Ivo?, 25 anos, foi morto com um tiro no peito, por policiais da delegacia de Araucária, às 15h30 de ontem, em sua casa na Rua Paranaguá, bairro Sangri-lá. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado ao Pronto Socorro, mas não resistiu ao ferimento.  Iverson estava com duas prisões preventivas decretadas por homicídio. Um dos crimes aconteceu em Araucária e outro em Curitiba.

O delegado Jairo Estorílio, titular da DP local, informou que no dia 12 de fevereiro deste ano, Iverson assassinou seu vizinho Henrique Pereira Medeiros, que morava em frente à sua casa. ?Foi briga de vizinho. O Iverson já tinha sido preso aqui por um assassinato ocorrido em 1998. Na época ele foi liberado pela Justiça, para responder em liberdade, mas teve sua prisão preventiva decretada novamente pelo juiz da 3.ª Vara Criminal de Curitiba?, explicou.

Jairo disse que logo após a morte de Henrique, o crime foi elucidado e a juíza da cidade decretou sua prisão preventiva.

Como estavam nas proximidades da casa de Iverson, policiais resolveram checar se ele estavaem casa. ?Ele era forte e partiu para cima dos policiais, que tiveram que atirar. Era um rapaz de alta periculosidade, que causou inúmeros problemas quando esteve preso na nossa carceragem?, comentou Jairo.