Seis lojas do Shopping Total, no Portão, tiveram produtos apreendidos na tarde de ontem, pela Receita Federal. Das oito lojas de games, eletrônicos e informática fiscalizadas, apenas duas comprovaram a origem dos produtos à venda.

O auditor Fioravante Sérgio Cunico Bach, que supervisionou a fiscalização, explicou que fiscalizações no local em anos anteriores resultaram em mais apreensões. “Antigamente, recolhíamos cerca de 30 volumes (caixas) de produtos apreendidos em cada loja autuada. Hoje, foram 34 volumes nas seis lojas. Nosso objetivo de zerar o contrabando está aos poucos sendo alcançado”, avaliou.

Ação

Fioravante explicou que todos os centros comerciais do Paraná são fiscalizados, principalmente onde já foram encontrados produtos sem comprovação de origem. Ele ressaltou que a direção do Total sempre colaborou com as fiscalizações, já que os produtos são de responsabilidade de cada lojista. Daniela Leal, gerente de marketing do shopping, disse que o centro comercial não tem como fiscalizar os produtos que entram nas 450 lojas.

Veja na galeria de fotos os produtos apreendidos.