A Receita Federal vem atuando em conjunto com as Forças Armadas no combate ao contrabando e descaminho, cujos trabalhos estão sendo realizados de forma ininterrupta na praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu, no oeste paranaense.

Desde o início das atividades, a operação já resultou em mais de R$ 265 mil reais em mercadorias diversas apreendidas sem a comprovação de regular importação, além da retenção de dez veículos. Também houve a apreensão de duas armas, 30 quilos de maconha, quatro quilos de haxixe e 280 gramas de crack.

A apreensão mais inusitada aconteceu na noite de domingo (11), quando da abordagem de um ônibus que fazia a linha Assunção/Paraguai – Niterói/RJ. Os servidores da Receita Federal com o apoio dos cães de faro, de soldados do Exército e policiais militares do BPFron, em vistoria ao coletivo, encontraram 17 quilos de maconha dentro de um carretel de cordas que estava embrulhado com papel carbono. No mesmo ônibus foram encontrados ainda três quilos de maconha em uma mochila e cerca de quatro quilos de haxixe embaixo de um assento.

Já na manhã de 13 de maio, servidores da Receita Federal e soldados do Exército Brasileiro realizaram a apreensão de 350 comprimidos de ecstasy que seriam levados até a cidade de Catanduva (SP). Os medicamentos foram encontrados com a ajuda do scanner móvel, que detectou que os produtos estavam escondidos no interior de uma caixa de som.

Até o momento, nove pessoas já foram presas em flagrante delito e conduzidas à Polícia Civil.

Os veículos retidos foram encaminhados à sede da Receita Federal de Foz do Iguaçu, para posterior verificação, contagem das mercadorias e lavratura dos competentes autos de infração para a aplicação da pena de perdimento.