Na noite da última terça-feira (15), policiais civis da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) , sob o comando do delegado Matheus Laiola, apreenderam uma carreta roubada e uma carga avaliada em aproximadamente R$1 milhão.

Segundo investigações, um motorista de uma carga oriunda da Malásia teria desviado esta carga, deixando-a “esfriando” em um Posto de Combustível em São José dos Pinhais, para que o receptador a pegasse, dando outro destino para a carga.

O motorista da carga fez um Boletim de Ocorrência em Piraí do Sul, dizendo que o caminhão, carreta e a carga haviam sido roubados. Posteriormente, o caminhão e a carreta que o motorista disse que haviam sido levados foram encontrados na cidade de Ventania, sem a carga.

Ocorre que a carga que o motorista disse que havia sido roubada em Piraí do Sul foi encontrada por policiais da DEDC em São José dos Pinhais. Esta carga estava em uma carreta que havia sido roubada no dia 11 de outubro, num roubo de carga de polietileno.

A carga recuperada pela DEDC era oriunda da Malásia (cuja destinação era para transformar o chocolate em produto final, sendo um subproduto do cacau) e segundo a importadora, a empresa Cargill, a carga é avaliada em aproximadamente R$ 1 milhão.

A carreta encontrada pela DEDC, onde a carga da Cargill estava, está avaliada em aproximadamente R$ 100 mil.  O proprietário da carreta recuperada ficou extremamente surpreso e feliz, pois disse que era seu único meio de subsistência e que não havia seguro do bem.

“O motorista que desviou a carga será indiciado e responsabilizado criminalmente pelo que fez. Agora estamos providenciando a entrega da carreta e da carga recuperada”, disse Laiola.