Visando diminuir o furto e roubo de veículo e combater o tráfico de drogas, policiais da delegacia do Alto Maracanã, com o apoio do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e da Polícia Federal fizeram uma megaoperação em Colombo, na noite de sexta-feira. Um rapaz que portava pequena quantidade de maconha foi detido.

O delegado Agenor Salgado Filho, chefe da Divisão Policial Metropolitana, informou que as equipes saíram da delegacia em direção às vilas da região e revistaram pessoas nas ruas e em bares. “Foi uma operação arrastão”, explicou, avisando que o trabalho deve se repetir no Alto Maracanã, assim como em outros municípios da Região Metropolitana. “É um trabalho preventivo. Temos que mostrar que estamos nas ruas”, salientou.

Segundo o deletgasdo, o maior problema da região atendida pela delegacia do Alto Maracanã -atualmente – são as vilas Liberdade e Zumbi dos Palmares, ambas situadas às margens da BR-116. “Nesses locais há traficantes, assaltantes, ladrões, veículos desmanchados, homicídios. São regiões problemáticas”, avaliou Salgado.

Carros

Os carros furtados e roubados em Curitiba e levados para a região do Alto Maracanã – sendo que muitos deles são incendiados – são os grandes problemas encontrados nas duas vilas. Depois os equipamentos dos automóveis são vendidos ou trocado por drogas. “Vamos fazer barreiras para pegá-los”, prometeu o policial

Além da região do Alto Maracanã, Salgado também demonstra preocupação com Pinhais, que é um dos grandes pontos do tráfico da Grande Curitiba e São José dos Pinhais, onde a incidência de assaltos e homicídios também é grande.