Alberto Melnechuky
Maicon nega envolvimento
no assalto. Tiago foi
reconhecido pela vítima.

Uma perseguição policial foi encerrada a tiros no final da noite de sábado no bairro Rio Verde, em Colombo. Durante o tiroteio, os bandidos foram feridos e, posteriormente, presos enquanto recebiam atendimento no Pronto Socorro do Alto Maracanã. Jonathan de Carvalho, 19 anos, com um tiro na cabeça, não resistiu e morreu. Tiago Rodrigo da Silva Fagundes, da mesma idade, foi ferido na mão e, depois do atendimento, encaminhado à delegacia juntamente com mais dois adolescentes. Outro jovem, de 21 anos, também foi detido, mas para averiguação. O grupo é acusado de ter roubado um carro no centro de Curitiba e mantido um dos ocupantes como refém durante a fuga.

De acordo com o sargento Santos, do 17.º Batalhão da PM, por volta das 23h30 de sábado, indivíduos renderam os ocupantes do Astra prata, placa ALC-5263, nas proximidades da Praça Generoso Marques, centro de Curitiba, e tomaram o veículo, levando o passageiro de 59 anos como refém. Na divisa entre Curitiba e Colombo, os marginais largaram o refém e, em seguida, foram localizados pela polícia.

Tiros

Os PMs tentaram fazer a abordagem ao veículo, mas foram recebidos a tiros. No tiroteio os assaltantes foram feridos. Por isso, abandonaram o carro e se embrenharam num matagal para fugir. Os policiais realizaram buscas e apenas um dos seqüestradores foi detido.

Na seqüência das diligências, a polícia recebeu informação de que jovens baleados haviam sido internados no Pronto Socorro do Alto Maracanã e PMs se deslocaram para lá, juntamente com a vítima. Devido a gravidade do ferimento, Jonathan foi transferido para o Hospital Cajuru, onde morreu. Tiago foi medicado e, depois de ser reconhecido pela vítima, preso. Outro jovem, identificado como Maicon Rosa, foi detido, mas alegou que apenas socorreu o amigo ferido levando-o até o hospital.