O número de cargas roubadas e furtadas em Curitiba e Região Metropolitana reduziu em 40,3% quando se compara o primeiro semestre de 2013 com o segundo semestre do mesmo ano.

Nos primeiros seis meses foram 305 furtos ou roubos de cargas na capital e nos 28 municípios que formam a Região Metropolitana de Curitiba (RMC), No segundo semestre, esse número caiu para 182.

Na comparação com o mesmo semestre no ano anterior também houve queda no número de cargas roubadas e furtadas. Em 2012, foram levadas 216 cargas no segundo semestre.

No segundo semestre do ano passado, foram roubadas 134 cargas contra 220 no semestre anterior, uma redução de 39,09% Quanto ao número de furtos também houve uma redução de 43,54%. O número reduziu de um semestre para o outro de 85 para 48.

“Houve um remanejamento de policiais, novas técnicas de investigação adotadas, trocas de informações com outras unidades da Polícia Civil e também com outras organizações policiais, e o resultado é visível: drástica queda nos índices de furtos e roubos de cargas”, contou o delegado-titular da DEDC, Marcelo Lemos de Oliveira, que está na DEDC desde agosto de 2013.

Conforme Oliveira, com o remanejamento dos servidores policiais, ocorreu a renovação do quadro funcional, redundando na motivação e valorização do profissional, uma vez que a DEDC é uma das principais unidades da Polícia Civil do Estado do Paraná.

“Além disso, as operações desencadeadas pela DEDC foram precedidas por uma intensa atividade desenvolvida na área de inteligência policial”, concluiu o delegado-adjunto da especializada, Matheus Laiola.