A roupa encontrada no apartamento vizinho ao do pai da menina Isabella Nardoni, Alexandre Nardoni, e que supostamente teria manchas de sangue, é de um pedreiro que trabalha em obra para a irmã de Alexandre. "A única coisa que podemos falar é que a roupa não é de Alexandre, mas de um pedreiro que está trabalhando no apartamento ao lado, da irmã de Alexandre (Cristiane)", afirmou Rogério Neres de Souza, um dos advogados de Alexandre.

Segundo o advogado, ainda não foi confirmado que há as manchas de sangue na roupa. "Não sabemos de nada sobre sangue, ainda aguardamos resultado do laudo pericial. Nem mesmo a polícia pode informar se havia sangue no momento", afirmou

Isabella, de 5 anos, foi encontrada morta no sábado (29) à noite, após cair do 6º andar do prédio onde Alexandre mora com a mulher Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, de 24 anos, e os dois filhos do casal. A Justiça decretou a prisão temporária de Alexandre e Anna Carolina na quarta-feira passada (3).