Arma estava lixada.

Investigadores do 12.º DP (Santa Felicidade) prenderam Nivaldo Dias Siqueira, 35 anos, o “Sabiá”, por porte ilegal de arma. Ele foi pego, no último domingo, quando caminhava pela Rua Maria Eudócia Cortiano, Tatuquara, portando consigo uma escopeta, calibre 12, municiada, e com número de série lixado.
O detido, apresentado ontem à imprensa, alegou, em sua defesa, que não pretendia utilizar a arma e a estava levando para a casa de sua mãe, local que considerava mais seguro para guardá-la. Entretanto, a seguir, afirmou que a escopeta pertencia a um amigo, já falecido, e que a entregaria para a polícia.
“Sabiá” responde por um homicídio ocorrido em 2003, no qual é apontado como autor da morte da mulher com quem convivia. “Estou respondendo pelo crime em liberdade e a morte foi um acidente”, explicou. Segundo o detido, ela morreu em conseqüência de um disparo acidental.