Foto: Daniel Derevecki
Benedito foi atingido por um tiro na cabeça.

A intenção de tentar arranjar um novo emprego fez com que Benedito Alves de Lima, 29 anos, saísse cedo de sua casa no Morro do Juramento, Vila Sabará, Cidade Industrial de Curitiba, ontem de manhã. Na esquina da Rua Tancredo Neves com Travessa Chico Mendes, entretanto, seu caminho foi interrompido à bala. Benedito foi surpreendido e assassinado com um tiro na cabeça.

De acordo com a esposa da vítima, Gilcemara Santos, o crime pode estar relacionado com a vida pregressa de Benedito.

O rapaz era usuário de drogas e cometia pequenos furtos e roubos para sustentar o vício. Inclusive foi preso por roubo. ?Mas ele cumpriu o que devia. Saiu livre?, comentou Gilcemara. Atualmente ele era freqüentador assíduo de uma igreja.

Sobre a autoria do crime nada foi levantado por policiais militares do 13.º Batalhão e investigadores da Delegacia de Homicídios (DH). Conforme o soldado Cardoso, no local ninguém passa informações por medo de represálias.

Os investigadores da DH também esperam obter mais dados quando familiares comparecerem à delegacia.

A esposa não soube dizer se Benedito vinha sendo ameaçado ou se tinha dívidas. ?Ele não comentava nada disso comigo?, afirmou.

Com a morte do marido, Gilcemara terá que cuidar de três filhos pequenos: de quatro meses e  de cinco e nove anos.