Bandido, ainda não identificado,
ameaçou uma das vítimas e levou a pior.

Terminou mal para um dos ladrões o roubo ao Michel Supermercado, na Rua Padre José Lopacinski, Jardim Gabineto, Cidade Industrial. Enquanto os comparsas vasculhavam o andar superior do estabelecimento, o assaltante tentou balear uma funcionária e foi contido por um segurança, que o acertou com um tiro de escopeta no peito. O bandido, ainda não identificado, morreu instantaneamente, às 19h20 de sábado. Ninguém mais saiu ferido.

Cinco minutos antes do tiroteio, quatro homens armados de revólveres e pistolas invadiram o supermercado e anunciaram o assalto. Depois de limpar os caixas, parte do bando subiu ao andar superior, onde funciona o escritório, em busca de outros objetos. O ladrão que seria morto ficou embaixo, para qualquer imprevisto.

O inusitado veio por conta do pavor de uma das caixas, que ignorou a ordem para ficar quieta e saiu correndo desesperada. O assaltante atirou em direção à funcionária, sem acertá-la. “O segurança não teve outra alternativa senão revidar. Salvou a vida da caixa”, relatou o policial Mário Jorge.

Fuga

O assaltante ferido tentou fugir, mas caiu sem vida junto à porta de entrada do supermercado. Os outros três comparsas trocaram tiros com o segurança e fugiram num carro bordô, possivelmente um Gol ou um Renault, levando quantia não apurada em dinheiro e a arma do comparsa morto. O carro dos bandidos e toda a fachada do estabelecimento foram atingidos no tiroteio. A polícia recolheu estojos de pistola calibre 380 e três cartuchos de espingarda calibre 12. O proprietário do supermercado foi orientado pela Delegacia de Homicídios a apresentar-se à polícia ao lado do segurança e de testemunhas. O rapaz morto era branco, tinha cabelos e olhos castanhos e aproximadamente 20 anos.