Silas foi derrubado da motoneta e executado.

Não quiseram ter dúvidas os assassinos do servente Silas Penha de Souza, 23 anos. O rapaz foi derrubado de uma Honda Biz na Rua Itaguajé, esquina com Eduardo Pinto da Rocha, Vila Osternack, Alto Boqueirão, e executado com 15 tiros nas costas, às 23h50 de domingo. A polícia tem poucas pistas sobre o assassinato.

Silas morava no mesmo bairro e na noite de domingo saiu de casa para comprar refrigerante, em companhia de um amigo. No meio do caminho, um Celta preto colidiu propositadamente na Honda Biz ocupada pelos amigos. Os dois caíram e os assassinos atiraram somente em Silas, deixando o acompanhante fugir.

Parentes da vítima foram ouvidos pela Delegacia de Homicídios, mas não falaram nomes de suspeitos ou possíveis motivos do crime. A DH obteve apenas o primeiro nome do amigo de Silas, testemunha-chave para elucidação do assassinato.