Setembro começou violento em São José dos Pinhais. Nos primeiros nove dias do mês, já são seis homicídios e uma jovem, baleada no final de agosto, que morreu no domingo passado. A Polícia Civil informa que as investigações estão avançadas.

Três das vítimas foram assassinadas no final de semana passado, entre elas Audrey Mitie Hiromori, 29 anos, encontrada com sinais de agressão e enforcamento, num terreno baldio da Rua Capitão Thomaz de Carvalho Camargo, no bairro Cidade Jardim.

De acordo com apurado pela delegacia, a garota morava no litoral e estava amasiada com um morador de São José dos Pinhais. Audrey já esteve presa em Pontal do Paraná por tráfico de drogas e por furto, em Matinhos. A polícia identificou alguns suspeitos.

Dois

Solano José Pasqualin, 30, e Vivaldino Ribeiro, 35, foram mortos no início da semana. O primeiro foi ferido a tiros, por volta das 4h de domingo, na marginal da BR-376, Planta São Marcos.

Vivaldino foi baleado cerca de uma hora depois, no mesmo beco onde três homens foram assassinados em 4 de agosto e cujos autores estão presos. “Vivaldino não tinha antecedentes criminais, mas era usuário de droga e tudo indica que tenha sido morto por conta de dívida com traficante”, supõe o superintendente Clóvis.

Mortandade

Neste ano, 112 pessoas foram mortas em São José dos Pinhais, 15 delas em agosto.