Representantes da União da Polícia Civil e do Sindicato das Classes Policiais Civis do Paraná (Sinclapol) garantiram que não há intenção de os policiais pararem suas atividades. “Não temos interesse nenhum em nos manifestar contra este governo, que tem sido muito sensível às nossas causas”, garantiu Wilson Villa, presidente da União da Polícia Civil.