Suspeito de matar Misael Dadona, 20 anos, com cinco tiros, na saída de um bar, em São José dos Pinhais, Wagner da Rocha Lourenço, 26, foi preso por investigadores da delegacia local.

O crime aconteceu na madrugada de 12 de fevereiro, na Rua Curitiba, bairro Ouro Fino. De acordo com a polícia, autor e vítima se desentenderam no bar, onde acontecia a festa, e se agrediram.

“Após a confusão, Wagner foi até sua residência, pegou um revólver calibre 38 e saiu para encontrar o desafeto”, contou o delegado Gil Tessaroli. Dias depois, Wagner compareceu à delegacia e negou a autoria do crime.

Porém, as investigações foram intensificadas e os policiais localizaram a casa do suspeito, também no Ouro Fino. “Após vasculhar a residência, encontramos a arma do crime, com a numeração raspada. Diante das evidências, Wagner assumiu o homicídio e alegou que agiu em legítima defesa”, disse Tessaroli.

O acusado foi preso na quinta-feira da semana passada, mas somente ontem foi apresentado. Ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma e responderá pelo assassinato.