Investigadores da Delegacia de Homicídios (DH) prenderam na manhã de ontem, no Alto Maracanã, em Colombo, César Vinícius da Silva e Leandro de Paula Ruiz, o “Neguinho”, ambos de 25 anos.

A prisão aconteceu durante a investigação da morte de Carlos Eduardo Pascoal Teixeira, acontecida na Rua Natal, no Cajuru, em 8 de agosto, e “Neguinho” era um dos suspeitos do crime.

O envolvimento do rapaz no assassinato não foi confirmado, no entanto, na casa onde eles estavam, foram encontradas uma pistola calibre ponto 40 e farta munição de revólveres calibre 38 e pistolas calibre 380, 9 milímetros.

Segundo o superintendente Dilso Morgerot, “Neguinho” tinha mandado de prisão em aberto e já respondia por oito inquéritos policiais por roubo. “As investigações apontaram que ele é perigoso e é suspeito de vários crimes, inclusive assalto a banco”, contou Dilso.

Os detidos apenas disseram que eram inocentes. “Eles estão presos por porte de arma e porte de munição. As investigações, tanto do homicídio do Cajuru quanto dos outros crimes nos quais ‘Neguinho’ é suspeito continuam”, completou o superintendente.