Apontado como autor da morte de Cleiton Lourenço de Souza, o “Morcego”, 23 anos, na madrugada de 12 de junho do ano passado, Marcelo Melo, conhecido como “Quati”, 28, foi preso, ontem, pela delegacia de Araucária. O crime aconteceu na Rua Manacá, no Jardim Tupy.

As investigações apuraram que o homicídio foi motivado por discussão entre dois, em um bar. Possivelmente, a desavença está relacionada ao tráfico de drogas. “Apuramos que Marcelo seria traficante da região e informantes contaram que ele não tinha uma das mãos”, afirmou o delegado Rubens Recalcatti.

A partir das denúncias, a polícia identificou o suspeito e solicitou o mandado de prisão, cumprido ontem. A arma do crime, uma pistola calibre 380, não foi localizada. Um comparsa de Marcelo, já identificado, está foragido.