Informações anônimas levaram investigadores do 7.º Distrito Policial (Vila Hauer) até a Rua Daisy Luci Berno, Parolin, onde Sérgio Roberto da Silva, 33 anos, foi preso em flagrante.

Com ele, foram apreendidos seis celulares, um aparelho de som para carro, dois GPS, uma balança de precisão e cerca de 21 gramas de crack, além de uma pistola Ruger, de fabricação americana, calibre 9 milímetros.

O delegado Clóvis Galvão Gomes, disse que o rapaz foi flagrado com aproximadamente 5 gramas de crack no bolso. “Apreendemos a droga e fomos até a casa dele, onde encontramos a arma, o restante da droga e os aparelhos, supostamente recebidos de viciados como pagamento pela droga”, explicou. Sérgio, chorando, disse que nada daquilo era dele e que foi preso por engano. Ele relatou que trabalha como marceneiro e estava com medo de perder o emprego.

Prisões

O delgado afirmou que, em 10 meses, 110 traficantes de drogas foram presos pelo 7.º DP. “Estamos combatendo o tráfico para combater outros crimes. Muitos dos detidos choraram e se dizem inocentes, mas não conseguem provar a falta de culpa para a Justiça, além de ter sido presos em flagrante”, completou o delegado.