Com Maitê foram encontradas
pedras de crack.

A denúncia de um arrombamento em residência levou investigadores do 10.º Distrito Policial (Sítio Cercado) a prender Maitê Fernandes, 35 anos, acusada de comercializar entorpecentes na região. Na residência dela, a polícia encontrou 56 pedras de crack embaladas e prontas para a venda e uma pedra maior, pesando 75 gramas. Ela foi autuada por tráfico de drogas e não quis conversar com a imprensa.

De acordo com o superintendente Ivo Brito, no dia 17 de junho, uma vítima compareceu ao plantão do distrito para registrar queixa de arrombamento. A casa dela, situada no Pinheirinho, havia sido invadida por ladrões que furtaram três tapetes, uma mesa de mármore com cadeiras e dois televisores. A vítima viu um de seus tapetes pendurado no muro da residência localizada na Rua Jornalista Rômulo da Costa faria, Sítio Cercado.

Sofá

Os investigadores Jairo, Gustavo, Marquinhos e Silas foram até o endereço indicado e constataram a veracidade da informação. Para a surpresa da equipe, durante revista na casa, foi encontrada a droga escondida em um sofá velho.

Na residência também encontrava-se um indivíduo de alcunha “Bodão”, que é apontado como suspeito de participação em um homicídio ocorrido naquela região. Os investigadores o reconheceram e o detiveram.